Rommanel

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

PORTO VELHO COMEMORA SEUS 97 ANOS NO CORAÇÃO DA AMAZÔNIA


Feriado_Padroeira_1sO município de Porto Velho completa 97 anos de instalação neste dia 24 de janeiro, feriado municipal. O dia também é consagrado ao culto de São Francisco de Sales. Conforme a vice-presidente da Fundação Cultural Iaripuna, Berenice Simão, as comemorações alusivas à data serão realizadas somente em outubro, dia da criação do Município.
De acordo com o professor e historiador Abnael Machado de Lima, na época Porto Velho era apenas um pequeno povoado encravado na selva Amazônica e fazia parte do Estado do Amazonas. O Município foi criado no dia dois de outubro de 1914, através da Lei nº 757, sancionada por Jonathas de Freitas Pedrosa. Em dezembro do mesmo ano, o governo amazonense nomeou o major do Exército Fernando Guapindaia de Souza como primeiro superintendente (cargo equivalente a prefeito) e este consumou a instalação do Município em 24 de janeiro de 1915.fernandoGuapindaiaSouzaBrejenzes

Primeira eleição

Major Guapindaia governou Porto Velho até o dia 31 de dezembro de 1916, quando ocorreu a primeira eleição direta para prefeito. Quem venceu a disputa foi o médico Joaquim Tanajura. “A criação e instalação do Município foi um fator de grande importância para o desenvolvimento da região e resguardar os estrangeiros que trabalhavam na construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré”, afirma Abnael Machado.
Ainda conforme o professor e historiador, Porto Velho era dividida em duas partes e governada por dois administradores. Da avenidaAbnael_Machado_de_LimaPresidente Dutra até a margem do Rio Madeira o município era governado pelos americanos. A partir da avenida Presidente Dutra, onde os estrangeiros construíram uma cerca, o governo estava sob a responsabilidade de Joaquim Tanajura. “Somente em 1931, quando o estado Brasileiro assumiu a Estrada de Ferro, Porto Velho deixou de ter dois administradores”, diz.
Berenice Simão afirma que Porto Velho tem muito o que comemorar, pois a cidade cresceu muito na administração de Roberto Sobrinho. “Ele resgatou o patrimônio histórico, investiu na cultura, construiu novos espaços públicos e realizou inúmeras outras obras nos mais diversos setores”, declarou.

Por Augusto José
Fotos: Divulgação

Nenhum comentário: