Rommanel

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

PLANO FUTURO GARANTIRÁ CIDADANIA E ERRADICARÁ A POBREZA EXTREMA EM RONDÔNIA

Foto: Ney Cunha

Plano FutuRO garantirá cidadania e erradicará a pobreza extrema em RO

Os rondonienses, em breve, conhecerão o Plano FutuRO, de autoria do Governo do Estado, para combater a pobreza e erradicar a extrema pobreza, que hoje atinge mais de 300 mil pessoas em Rondônia. Esse plano vem sendo concebido desde abril desse ano, quando o governador Confúcio Moura anunciou investimentos na ordem de um bilhão de reais para a área social para os próximos três anos. O Plano envolve várias áreas do governo e atenderá todos 52 municípios do estado, com programas de transferência de renda, habitação, educação, acesso aos serviços públicos e inclusão produtiva e tecnológica.

Em discurso incisivo na Assembléia Legislativa, nesta quinta-feira (06), na abertura da audiência pública para discutir propostas para o Plano Plurianual (PPA) do Governo Federal, com a presença de deputados e senadores, membros da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, o governador Confúcio Moura, falou sobre a posição firme do Governo do Estado em priorizar investimentos para incluir essas milhares de pessoas no ciclo de desenvolvimento do Estado.

O PLANO

Os trabalhos de implantação do Plano FutuRO serão iniciados com a identificação das 304.632 pessoas com renda per capita de zero a R$140, 00 ao mês, que segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), formam o quadro de pobreza e extrema pobreza em Rondônia. A partir da identificação dessas famílias será feito o Diagnóstico Social de Área em todos os 52 municípios, por meio do mapeamento das vulnerabilidades sociais em cada um deles.

O Plano propõe o fortalecimento das famílias e para que as ações ocorram de forma sustentáveis vai integrar esforços das diversas secretarias do governo do Estado com a execução de programas voltados para crianças, jovens, adultos e idosos. Eles serão atendidos em programas de educação, prevenção e combate ao uso de drogas, qualificação profissional, aperfeiçoamento técnico, acesso ao crédito, agroindustrialização, empreendedorismo, fortalecimento de negócios sustentáveis em comunidades tradicionais, entre outros.

O FutuRO terá ainda ações focadas para garantir os direitos humanos de crianças, adolescentes e suas famílias. Para isso, será feito um mapeamento das áreas de maior incidência de abuso e exploração sexual para implantação de serviços especializados com atendimento jurídico, capacitação de equipes de atendimento e mobilização e articulação da sociedade para enfretamento do problema.

TRANSFERÊNCIA DE RENDA

No caso específico dos programas de transferência de renda, é necessário que o Projeto de Lei que institui a política Estadual de Superação da Pobreza e da Extrema Pobreza, e que tramita na Assembléia Legislativa, seja aprovado pelos deputados estaduais. A secretária da SEAS, Cláudia Moura, esteve na quarta-feira (05), na Assembléia Legislativa para apresentar as diretrizes do Plano aos parlamentares. Na ocasião, os deputados puderam conhecer as ações voltadas à Educação, Saúde, Segurança e também geração de trabalho e transferência de renda que contemplará todos os municípios de Rondônia.

Nenhum comentário: