Rommanel

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

CÃOMINHADA REÚNE MAIS DE MIL CACHORROS EM BELÉM

Mais de mil cachorros participaram, ontem de manhã, em Belém, da 1ª Cãominhada promovida pelo Departamento de Marketing do Jornal O LIBERAL. O evento reuniu cachorros para todos os gostos. Grandes, pequenos, peludos ou nem tanto, mas todos muito estilosos e paparicados pelos donos. Os ‘pets’ começaram a chegar ao Hangar, ponto de partida e chegada, antes mesmo das 8 horas. Lá, animais e donos recebiam o kit da Cãominhada, composto por camisa (para o dono), bandana (para o animal) e balões azuis, que identificavam os participantes. De acordo com Guarany Júnior, diretor de marketing das Organizações Romulo Maiorana (ORM), 886 cães foram inscritos na programação, mas mais de mil animais participaram.

Os cães e seu donos partiram do Hangar, contornaram a avenida Doutor Freitas, seguiram pela avenida Brigadeiro Protásio e voltaram novamente ao Hangar, onde foi montada uma programação especial, voltada para os cães e para os apaixonados por esses animais. Os estandes montados por vários pet shops exibiam as últimas novidades do mundo canino, como um panetone desenvolvido especialmente para cachorros, o ‘dogtone’. A programação contou, ainda, com um desfile de cães e teve a participação da Associação Amigos dos Animais (AMA). A Associação montou um espaço dedicado à solidariedade, onde os participantes da Cãominhada podiam adotar um cão ou gato abandonado. "A gente fica feliz de ver todos esses cachorros recebendo tanto carinho, mas lembra que ainda tem muitos bichinhos precisando desses cuidados e dedicação", afirmou a fundadora e presidente da AMA, Graça Alves.

Para quem decidiu acordar cedo e dedicar a manhã de domingo aos cachorros de estimação, participar da Cãominhada foi uma forma de agradecer pelo carinho recebido. "Eles são extremamente carinhosos e me trazem muita alegria", disse a advogada Gina Soares, proprietária do Scooby, 4 anos, e da Julie Marie, 3, um casal de shitzu. Os dois são tratados como filhos e chegaram à casa da advogada depois que as duas filhas foram morar fora. "Depois que minhas filhas mudaram, decidi ter um cachorro para fazer companhia. Primeiro veio o Scooby, depois a Julie, foi a melhor coisa que eu fiz", comentou Gina, que dedica boa parte de seu tempo aos cuidados com os cães. "Eles são como filhos mesmo, tanto nos cuidados quanto nas despesas e dedicação."

Jornal O LIBERAL

Nenhum comentário: