Rommanel

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

TROCA DE ACUSAÇÕES MARCA ÚLTIMO DEBATE DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DE RONDÔNIA JOÃO CAHULLA E CONFÚCIO MOURA NA TV RONDÔNIA



GABRIELA CABRAL - Agência Estado

Trocas de acusações e poucas propostas marcaram o último debate entre candidatos ao governo de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) e o atual governador João Cahulla (PPS), na TV Rondônia, afiliada à Rede Globo no Estado. Em três blocos de perguntas e respostas, os candidatos se concentraram em apontar falhas de suas atuações no governo Cahulla e de seu antecessor e aliado Ivo Casso e na prefeitura de Ariquemes, comandada por Confúcio em dois mandatos.

As críticas do candidato João Cahulla foram dirigidas principalmente aos aliados do adversário. O mais citado foi o ex-deputado presidente da Assembleia Legislativa Carlão de Oliveira, preso em operação da Polícia Federal (PF) em 2006. Cahulla disse também que há indícios de compra de votos nos dois turnos.

Confúcio respondeu uma das acusações afirmando que Cahulla é um homem "de uma inconsequência verbal incrível". Ele dirigiu suas críticas ao atual governo, alegando caos na saúde e na segurança pública, argumentando que o governador deu prioridade apenas a estradas e negligenciou os outros setores.



Nenhum comentário: