Rommanel

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

JÍ-PARANÁ É DESTAQUE DA REVISTA VEJA DE 1º DE SETEMBRO

“O crescimento das cidades médias, aquelas com mais de 100 mil e menos de 500 mil habitantes, é o grande fenômeno nacional”, esta informação é parte da reportagem publicada na revista Veja, edição nº 2180 de 1º de setembro de 2010.

A surpresa para a população de Rondônia é que Ji-Paraná aparece como uma das 20 futuras metrópoles brasileiras.
Baseada em um estudo da socióloga Diana Motta e do economista Daniel da Mata, ambos do renomado Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a revista Veja titula a matéria sobre a cidade de “Para lá de saudável”.

Adjetivos como “limpa”, “pavimentada” e “iluminada”, permearam as duas colunas destinadas ao município, além de comentar sobre o grande crescimento do setor da saúde e empresarial nos últimos anos.

“Somos privilegiados em relação a nossa posição geográfica, sendo pólo da região central do Estado, atendendo os municípios da BR-429, além da região de Ouro Preto. Também possuímos um centro médico avançado, com modernas instalações, equipamentos de última geração e médicos especializados. Não poderíamos deixar de comentar sobre outro grande alicerce do desenvolvimento do nosso município, a educação. Somos hoje um centro universitário que atende dezenas de municípios. Também contamos com uma completa rede bancária, duas agências do Banco do Brasil, duas da Caixa Econômica, sendo uma em construção; Banco Basa e diversas outras instituições privadas, além das cooperativas de crédito. Tudo isso é fator essencial para o desenvolvimento da economia de um município”, disse José de Abreu Bianco (DEM), prefeito de Ji-Paraná.

SATISFAÇÃO - Muito feliz com a reportagem da Veja, Bianco comenta ainda que Ji-Paraná é sede de eventos que reúnem profissionais das mais diversas áreas de atuação de todo o Estado e até do Brasil, como é o caso da Expojipa (Exposição Agropecuária Comercial e Industrial), a maior da Região Norte do país, e a Fecomind (Feira do Comércio e Indústria), promovida pela Associação Comercial e Industrial, por onde passam mais de 30 mil pessoas durante os seus quatro dias de duração.

Ji-Paraná atualmente conta também uma rede hoteleira consistente, três frigoríficos, laticínios, duas indústrias de leite em pó, diversos atacadistas, supermercados estruturados, e um comércio bastante variado e competitivo.

Na área do ensino superior, estão presentes na cidade o Ceulji/Ulbra (Centro Universitário Luterano), Unijipa (Faculdade Panamericana de Ji-Paraná), Unopar (Universidade do Norte do Paraná), UAB (Universidade Aberta do Brasil), UNIR (Universidade Federal de Rondônia) e o IFRO (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia).

Ainda de acordo com a revista Veja, o Produto Interno Bruto de Ji-Paraná é de R$ 1,12 bilhão, R$ 10.400,00 de renda per capita anual e 4% de crescimento econômico anual. Nossa economia é baseada na pecuária e setor de serviços, que ainda é a grande perspectiva de crescimento desta região.

Nenhum comentário: