Rommanel

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

OAB CONDENA DECLARAÇÕES DE GENERAL HOMOFÓBICO

OAB condena declarações de general homofóbico

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, considerou um ato de discriminação as declarações feitas pelo general Raymundo Nonato Cerqueira Filho sobre homossexuais nas Forças Armadas. "É lamentável que este tipo de discriminação ainda continue existindo nos dias de hoje nas Forças Armadas brasileiras" ressaltou Ophir em entrevista para a Globo News.
Em audiência no Senado, na quarta-feira, o general disse que os gays não servem para as Forças Armadas, que ninguém obedeceria a um homossexual e que "indivíduos desse tipo" devem procurar outra atividade.

O presidente da OAB lembrou que o necessário para fazer parte das Forças Armadas é o treinamento, a disciplina e a disposição de defender o país e não a orientação sexual.
“A defesa do país tem que ser feita por homens e mulheres preparados, adestrados e treinados para este fim, independente da opção s
Sexual de cada um" disse Ophir.
O presidente da Comissão de Justiça do Senado, Demóstenes Torres, onde o general fez as declarações, também informou que ficou "estarrecido" com as declarações. Foi Torres que perguntou ao militar o que ele achava da legislação dos Estados Unidos que proíbe gays nas Forças Armadas.


Fonte: Redação do Toda Forma de Amor

Nenhum comentário: